Dialetologia e Diacronia

O grupo Dialetologia e Diacronia estuda a variação linguística no espaço e no tempo, sob diferentes perspetivas teóricas e abrangendo diversas áreas da gramática. Tem como objetivo geral ampliar o conhecimento sobre as propriedades das línguas naturais, com a particularidade de centrar a sua investigação em variedades linguísticas não padrão. Este traço distintivo traduz-se na produção de resultados em duas linhas complementares.

Geolinguística: design, construção e disponibilização de recursos (edições de textos, léxicos, atlas linguísticos e corpora anotados) para suportar a descrição e compreensão de variedades históricas e contemporâneas do português, e ainda de outras variedades linguísticas relacionadas (caso das variedades do caboverdiano).

Linguística teórica: análise de dados de variação linguística, em particular no âmbito da sintaxe e da semântica comparadas, à luz de propostas científicas que permitem melhor compreender a linguagem humana.

Estas duas linhas de produção funcionam aqui em articulação estreita, tanto do ponto de vista interno à criação dos diferentes recursos como quanto à base empírica que estes proporcionam a muitos dos trabalhos científicos dos seus membros e colaboradores. De facto, princípios e procedimentos da área das humanidades digitais são partilhados por diferentes corpora geridos pela equipa, estando estes igualmente codificados em XML e alojados na plataforma TEITOK: um deles suportado por uma vasta coleção de textos de escrita quotidiana da idade moderna; outros suportados por um extenso arquivo sonoro de variedades do português contemporâneo; e um outro ainda suportado por um arquivo sonoro de variedades contemporâneas do caboverdiano. Ao mesmo tempo, investigadores do grupo utilizam com frequência estes mesmos recursos para explorar uma grande diversidade de tópicos, sob diferentes ângulos e para diversos fins.

Todas as ferramentas digitais são assim concebidas com esse horizonte multidisciplinar, facultando complexas camadas de anotação linguística em paralelo com informação não linguística relevante, bem como uma vasta gama de possibilidades de busca automática acessíveis a toda a comunidade.

Livro
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 749-820). Author of the following linguistic maps (lexicon), Craftsmanship and professions. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 835-881). Author of the following linguistic maps (lexicon), Livestock and fowl. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 882-915). Author of the following linguistic maps (lexicon), Equidae and horse harness. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 934-1001). Author of the following linguistic maps (lexicon), Wild animals, Birds, insects and reptiles. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 1020-1175). Author of the following linguistic maps (lexicon), Sea animals and plants. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Vitorino, G. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 273-275). Author of the following linguistic maps (morphophonology). Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Saramago, J. (2013). Geolinguistic analysis for the designations of some leguminous plants in the peninsular occidental strip. Dialectologia 2012, Special Issue III. Retrieved from http://www.publicacions.ub.edu/revistes/dialectologiaSP2012/
Saramago, J. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 15-17). Author of the following linguistic maps (lexicon), Animal farming– general terms, pp 2-13. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Saramago, J. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 85-98). Author of the following linguistic maps (lexicon), Pig and pig slaughter (matança). Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Saramago, J. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 343-384). Author of the following linguistic maps (lexicon), Flour milling. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Saramago, J. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 580-639). Author of the following linguistic maps (lexicon), Weeds and herbs, flowering plants and shrubs. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Saramago, J. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 650-686). Author of the following linguistic maps (lexicon), Farming and farming tools. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Saramago, J. (2012). Linguistic and Ethnographic Atlas of Azores (ALEAç) (pp. 1002-1016). Author of the following linguistic maps (lexicon), Birds, insects and reptiles. Retrieved from http://www.culturacores.azores.gov.pt/alea/
Nunes, N., Andrade, C., Bazenga, A., & Rebelo, H. (2018). Contacto linguístico. Grande Dicionário Enciclopédico da Madeira, Projeto Aprender Madeira. Retrieved from http://aprenderamadeira.net/contacto-linguistico/
Magro, C., Galves, C., & Carrilho, E. (2017). Portuguese Syntactic Annotation Manual. . Retrieved from https://sites.google.com/site/portuguesesyntacticannotation/
Magro, C., Galves, C., & Carrilho, E. (2016). Portuguese Syntactic Annotation Manual. . Retrieved from https://sites.google.com/site/portuguesesyntacticannotation/
Nunes, N. (2010). Outras Palavras Doces. Glossário comparativo da atual terminologia açucareira no Atlântico. Coleção Estudos (Centro de Estudos de História do Atlântico, Vol. nº 1). Região Autónoma da Madeira: Secretaria Regional de Educação e Cultura.
Nunes, N. (2003). Palavras Doces. Terminologia e tecnologia históricas e atuais da cultura açucareira: do Mediterrâneo ao Atlântico. Governo Regional da Madeira: Centro de Estudos de História do Atlântico.
Nunes, N., & Kremer, D. (1999). Antroponímia primitiva da Madeira (séculos XV e XVI) e Repertório onomástico histórico da Madeira. Patronymica Romanica. Tubingen: Niemeyer.
Segura, L., & Vitorino, G. (2010). Atlas Linguístico-Etnográfico (Vol. II). Centro de Linguística da Universidade de Lisboa / Imprensa Nacional-Casa da Moeda.
Ferreira, M. B., Saramago, J., Segura, L., Vitorino, G., Carrilho, E., & Lobo, M. (2008). Atlas Linguístico-Etnográfico dos Açores. Vol.I (Vol. I). Centro de Linguística da Universidade de Lisboa / Imprensa Nacional-Casa da Moeda.
Vitorino, G. (1988). Atlas Linguístico do Litoral Português (ALLP) - Fauna e Flora. II - Mapas e notas. Lisboa: Instituto Nacional de Investigação Científica / Centro de Linguística da Universidade de Lisboa.
Nunes, N. (2010). Outras Palavras Doces. Glossário comparativo da actual terminologia açucareira no Atlântico.
Brandão, S. F., & Mota, M. A. (2003). Análise Contrastiva de Variedades do Português: Primeiros Estudos. Rio de Janeiro: In-Fólio.
Mota, M. A., & Marrafa, P. (1999). Thematic Volume - Workshop sobre Linguística Computacional. Lisboa: APL.
Mota, M. A., Pereira, D., & Andrade, E. d. (2000). Thematic. APL.
Saramago, J. (2001). Atlas Linguístico-Etnográfico dos Açores (Vol. I). Centro de Linguística da Universidade de Lisboa / Direcção Regional da Cultura-Açores.
Saramago, J. (1993). Relação breve da grande e maravilhosa vitória dos moradores da ilha do Corvo contra dez poderosas naus de Turcos. Corvo: Câmara Municipal do Corvo.
Saramago, J. (1987). Novo Romanceiro Português das Ilhas Atlânticas I. Madrid: Seminario Menéndez Pidal, Universidad Complutense de Madrid.
Bacelar do Nascimento, M. F., Ferreira, M. B., Augusto, C., Segura, L., & Santos, M. (1981). Iniciação ao Português. Lisboa: CLUL.